Skip to main content
mad hatter melanie martinez chapeleiro maluco fanfiction Ramon Cristian - Fanfiction - Chapeleiro maluco - Melanie Martinez - Capítulo 13

Fanfiction – Chapeleiro maluco – Melanie Martinez – Capítulo 13

Melanie amava a história da Alice. Alice no país das maravilhosas era a história mais legal de todas as histórias. Alice era louca, louca como ela, Melanie poderia ser até mais louca do que Alice.

Melanie superou todos os seus amores, parou de tentar forçar amizade mostrando algo que não era, aprendeu a assumir a história da sua vida. Revelando seu verdadeiro modo de ser, atraiu pessoas tão birutas como ela. Assumiu a criança interior e começou a fazer coisas que nunca tinha feito antes. Ela e os amigos estouravam balões com armas. Inalavam gás hélio para mudar de voz. Pintavam uns aos outros com tintas, uma vez decidiram pintar as rosas brancas do jardim de vermelho.

Começou a sair à noite e ficava louca dançando até de madrugada. Ficava bêbada com conhecidos e desconhecidos. Acampava nas férias, mesmo que isso significasse ficar toda picada de mosquitos e ficar com o rosto descascando depois de muito sol, preferia viver assim, do que estar em um salão de beleza acreditando que isso seria uma espécie de terapia que a deixaria cada vez mais bonita.

Sua história estava totalmente fora dos padrões, ela era fora dos padrões, sua família queria mostrar que era normal e acabou em uma tragédia, era melhor cada ter vivido a sua própria verdade, se tivesse acontecido assim, as coisas seriam menos dolorosas e sofridas.

Toda vez que ela conhecia alguém, deixava claro que seria a amiga mais doida que a pessoa teria. Não era psicopatia, bebidas ou um problema mental, era simplesmente não se importar mais com opiniões alheias. As melhores pessoas, que revolucionam o mundo, que fazem algo diferente, são vistas como loucas, mas elas apenas vão atrás de um sonho e de um propósito, louco é quem não sai da zona de conforto.

Muita gente achava que ela tinha que ir no médico se tratar, buscar alguma espécie de remédio controlado. Mas ela preferia se enfiar no buraco e ir no país das maravilhas enfrentar os seus medos. Pelos corredores dos anos, Melanie foi se desfazendo de tudo aquilo que te fazia mal. Foi destruindo casa trecho que não pertencia a si. A sua família se desfragmentou em nada. No caminho de descobrir a si mesma e limpar toda a poluição mental, teve muita ajuda dos seus anjos que te protegeram até o momento. A enfermeira e a tia do mercado foram muito especiais e ajudaram na sua sobrevivência.

Seus amiguinhos se enfiaram no buraco junto com ela, ajudando a desmoronar o passado. Em um momento ela ficou de frente com o doutor que operou a senhora cabeça de batata, eles os destruiu, ele é a representação da sociedade que fica dizendo que as pessoas têm que passar por cirurgia para serem amadas. Já era hora dela enfrentar todos os seus pesadelos, seria insuportável carregá-los pelo resto da vida. Melanie descobriu que de vez em quando é bom explorar terrenos novos, uma hora ela conhecerá o chapeleiro maluco e possivelmente tomará um chá com ele.