Skip to main content

Resenha do O segredo – The secret

Avalie este post

Acessando alguns vídeos sobre desenvolvimento pessoal, vi que algumas pessoas comentaram sobre o filme O segredo. Nunca tinha ouvido falar sobre este filme, fiquei curioso, pesquisei na Netflix e vi que tinha no catálogo.

filme o segredo THe secret Ramon Cristian - Resenha do O segredo - The secret

O conteúdo desse material abriu algumas portas para a minha vida. Pude confirmar o quão importante são as nossas palavras e nossos pensamentos e como isso contribui para a criação da realidade.

Nem todas as pessoas especializadas em assuntos que envolve lei da atração concorda com tudo o que é dito no filme. Elas dizem que O segredo coloca o ser humano como o centro do universo, o que acontece de fato é que, o ser humano pode estar em sintonia com alguma energia do universo.

O segredo é muito focado em dizer que, para as pessoas conseguirem algo, devem pedir para o Universo. Pedir para o Universo é um passo muito importante, mas o principal são os sentimentos. Os sentimentos são muito mais poderosos para atrair energias e vibrações similares. Quando queremos algo, mas estamos com sentimentos negativos, o que desejamos pode vir de forma distorcida.

Acredito que esse filme é ótimo para quem é leigo no assunto e quer começar a entender esses assuntos de espiritualidade, materialização, leis universais e temas similares.

É incrível como a fé transforma vidas. Durante o filme há alguns depoimentos de algumas pessoas que passavam por certas dúvidas, tristezas, problemas sérios de saúde, mas conseguiram se libertar de todo mal, tendo uma sintonia com uma energia positiva e acreditando que o melhor estava por vir.

Muita gente é cética nesses assuntos e não acreditam em muita coisa. Para sabermos se funciona ou não, é importante deixar o orgulho um pouco de lado e tentar. Tentar não custa nada e é muito bom para ter novas experiências. Veja O segredo e sinta a mensagem que está sendo transmitida.

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.