Skip to main content

Resenha do livro Apresentação à Economia de Robson Grassi

Quando entrei na graduação de Ciências Econômicas, quem deu aula para a minha turma de introdução à economia foi o professor Robson Grassi. Ele tinha escrito um livro! Na universidade se encontram professores que possuem livros próprios, acho isso bem legal. Mas pode ser um pouquinho chato, quando a pessoa fica falando de suas obras por grande período de tempo.

O livro dele é bem simples, didático e prático. Eu comprei para ir estudando para as provas e no conteúdo há fórmulas que acredito que posso usar para a minha vida inteira. Mesmo se a pessoa não estudar economia, acredito que uns conceitos básicos devem ser aprendidos. Como calcular PPC (poder de paridade de compra), saber a diferença de preços nominais e reais, fazer correção de preços e etc.

A crítica que faço é com os exercícios, parece que teve um erro de impressão e parte das respostas dos exercícios veio cortado, mas nada muito grave que atrapalhe a compreensão.

Professor Robson Grassi não é muito de enrolar, se ele tem algo para falar e dizer, ele vai direto ao assunto. Eu gosto disso, pois tem professor que é meio enigmático e quer saber o que pensamos antes do assunto antes dele falar o quer, não que isso seja ruim, mas é bom o equilíbrio de personalidades entre os professores, para não ficar uma coisa muito monótona.

O Lattes do professor (é tipo o curriculum vitae dos professores): Clique aqui

O livro para leigos em Economia: Adufes

Para você que não sabe nada de Economia e quer começar do zero, eu recomendo o livro dele. Acredito que a principal tarefa quando se começa a estudar qualquer coisa é fazer muitos exercícios. Para se tornar um expert em finança treine bastante. Faça planilhas de gastos, é importante fazer uma série histórica dos nossos gastos para que tenhamos noção do nosso padrão de vida.

 

Resenha do livro Baudolino de Umberto Eco

Baudolino foi o primeiro livro que li de Umberto Eco, é um livro muito interessante, dá para perceber que foi escrito por uma pessoa muito inteligente e com uma bagagem cultural bem grande.

Li este livro muitos anos atrás, então a memória não está muito fresca na minha memória. Foi a partir dele que consegui ler livros maiores. A história é tão cativante que nem dá desânimo por ele ser de um tamanho maior. O livro é ambientado na Idade Média e conta a história de Baudolino, um jovem viajante que desbrava o mundo por terras desconhecidas e povos com culturas totalmente diferentes. No primeiro capítulo tem uma parte que é escrito em português antigo, achei muito interessante, até para ver a evolução da língua.

Eu gostei deste estilo narrativo de Umberto Eco, pois parece que está conversando com alguém. A linguagem dele é na medida, não é muito simplificado, mas não é complexo demais. Senti uma preocupação com os leitores, sinceramente foi um dos livros mais “inteligentes” que já tive contato.

O livro é baseado nas lendas que se havia sobre o cristianismo na idade média. A saga é em busca do Santo Graal, mesmo quem não gosta muito de histórias cristãs, o livro ainda assim continua acessível a todo tipo de público, pois a história é rica e há vários elementos que aguça a curiosidade.

Baudolino é muito bom em mentiras, e por causa disso sua vida vai ter uma reviravolta, suas doces (perigosas) palavras adoça o coração do Fredrico I. Este rei deu uma ótima educação para o garoto, mas Baudolino se apaixonou pela mulher do Fredrico! A partir daí que começa a aventura, pois ele sai do lugar onde vivia para fugir desse amor e encontra amigos durante a jornada. A partir daí começa as fortes emoções do livro.