Skip to main content

Um ser adulto, solteiro e realizado

Avalie este post

Várias pessoas têm o medo enorme de ficarem sozinhas e arrumam qualquer relacionamento. Este medo evolui para sentimentos de solidão e possessividade. Estar solteiro não significa que sou um fracassado na vida. Estar solteiro é apenas ter um tempo para mim mesmo e ajeitar as coisas que precisam ser ajeitadas. Eu pretendo ter um relacionamento, mas entenda, não é todo mundo que quer ter um relacionamento. Ninguém é melhor ou pior por querer um relacionamento ou não. 

Relacionamento envolve amor e responsabilidade. Conviver com outras pessoas e ter uma conexão com alguém sempre tem um preço. Convivências possuem riscos, risco de separações, traições ou sofrimentos. Mas por outro lado, se espera o amor, companheirismo e momentos bons. Cada um joga os pesos na balança e vê o que é melhor para a vida. 

No momento não me vejo com estabilidade emocional e não tenho maturidade suficiente para me relacionar de maneira mais profunda. Quero focar nos estudos, lutar para sair desse ciclo de pobreza e entrar no ciclo da virtude, essa é a minha prioridade. Nem todo mundo tem como prioridade ter um relacionamento! 

É muito triste ter conhecidos que estão namorando só para dizer que tem alguém. Estar com alguém deve ser um ato verdadeiro, estar do lado de outrem só por uma afirmação social mostra uma vida sem sentido. Quando fazemos algo que envolve outras pessoas, os problemas podem ser multiplicar de maneira assustadora. 

Se um dia eu achar o amor da minha vida, mesmo se não for o amor da minha vida, mas alguém que compartilharei parte da história, pretendo ser discreto e evitar a interferência dos outros. A felicidade pode ser compartilhada em círculo social mais íntimo, não é necessário registrar tudo publicamente. 

Sociedade, eu estou realizado. Não preciso namorar apenas para dizer o que sou ou que não sou, o que sou capaz ou não.  

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.