Skip to main content

Tomar Saw Palmetto ajuda na queda de cabelo, vale a pena?

Avalie este post

Procurando métodos para evitar a queda de cabelo, encontrei o Saw Palmetto (Serenoa Repens). Consegui encontrar no Mercado Livre. 

DSCN5117 1024x856 - Tomar Saw Palmetto ajuda na queda de cabelo, vale a pena?

Na embalagem diz que a composição média por cápsula é de 500 mg. Nas instruções tem uma recomendação dizendo que é para ingerir de 1 a 2 cápsulas até três vezes ao dia. Nas precauções está informando que o produto não deve ser consumido por gestantes, lactantes e crianças, exceto por supervisão médica. 

Comprei três frascos por R$51,90. Cada frasco tem 60 unidades. 

Eu achei  a cápsula muito grande, então decidi tomar apenas duas unidades por dia. Vi que fazendo isso não estava tendo efeito nenhum. Aumentei a dose para quatro unidades diárias. Quando dobrei a dose, vi que realmente a queda de cabelo ficou menos acentuada, mas não foi uma mudança enorme. 

Depois de um tempo comecei a sentir dores no estômago e estava sem saber o porquê. Depois que parei de tomar o Saw Palmetto, parei de sentir desconforto estomacal. O produto pode funcionar, mas esta marca que eu usei, a Line Ervas, talvez não seja muito boa. 

É melhor não arriscar e comprar uma marca importada. A maioria das marcas que vi tem que tomar várias cápsulas por dia, acho que isso é uma coisa muito ruim, pois tem que ter aquele compromisso, como se tivesse a necessidade de tomar um remédio controlado.

Cada organismo é diferente. Talvez não me acostumei com o Saw Palmetto ou com a marca. Vou fazer uma experiência com óleo de coco. Se der certo (ou se não funcionar) vou relatar para vocês. Se todos os métodos naturais derem errado, minhas últimas esperanças são o minoxidil e a finasterida. 

Eu assisti um vídeo onde o médico Lair Ribeiro não recomenda que pessoas jovens consumam Saw Palmetto, pois isso pode afetar a vida sexual, pois o Saw Palmetto pode ter efeito androgênico. 

O mais importante é pesquisar e tomar uma decisão. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.