Skip to main content

Mais duas finais de disciplinas que entram na conta

Este semestre peguei 5 matérias para não ficar muito puxado, agora que estou estagiando que não posso ultrapassar este número. Tive matérias consideradas difíceis. De 5 matérias, fiquei em final em duas. Sei que parte da culpa é minha, pois se tivesse focado mais na graduação poderia ter tido resultados melhores. 

Em uma matéria fiquei muito triste com o meu resultado, eu fui nas aulas no horário certo, copiei tudo o que o professor passou no quadro, copiei as coisas que ele disse (que teoricamente seriam importantes para a prova). A prova não tinha nada haver com a explicação dele, tenho amigos que nunca vão para aula tiraram um nota mais alta ou similar a minha. Me deu aquele sentimento de fracasso, que não fui capaz. 

Não posso ficar esperando ser recompensando por esforço, o que se espera de nós é o resultado. Tem professores e outras profissões que avaliam alguém que ignoram completamente o esforço, infelizmente o mundo é assim. 

Vou tentar fazer o possível para poder passar nessas matérias, se não der, tudo bem. Também não adianta nada ficar nervoso, estressado, ficar noites sem dormir e no final se formar cheio de problemas psicológicos e com a saúde deteriorada. #Nãoénormal adoecer por causa de cobrança. Já estou começando a ter tremores nas pálpebras, dor no intestino e com um sentimento que devo fugir de tudo, mas não posso, pois não tenho mais para onde ir. 

Decidi que não quero mais ficar falando de desempenho acadêmico com familiares, colegas e pessoas do trabalho, pois quando se toca no assunto, sempre se gera uma expectativa do que vai ocorrer. Chegou o momento que não é mais saudável ficar dando satisfação, afinal tenho 20 anos, nem tenho mais a obrigação de dar satisfações. Eu sei o meu ritmo, tentar acelerar as coisas é algo que não dá certo, só é desgastante. 

Pressão para ter excelência acadêmica

Como comecei a estagiar, tive que fazer todo um trâmite burocrático para registrar o meu estágio. Uma professora conversou comigo falando que o limite de reprovação é uma matéria. Isso me deixou preocupado, este semestre estou tendo aulas com alguns professores considerados difíceis de passar. 

Agradeço a todos que me ajudaram a tirar uma nota boa em Estatística I para iniciar bem o semestre. Na próxima semana já começa a maratona de provas e devo fazer de tudo para passar nas disciplinas. Meu objetivo é focar principalmente em Macroeconomia III e Microeconomia II.

O professor de Microeconomia passou alguns exercícios em inglês, até consegui achar algumas coisas, mas o material para acessar tem que pagar. ‘-‘

Vou fazer o máximo para não entrar em desespero e ter inteligência emocional para lidar com as metas que tenho que entregar. Abri mão de muitas atividades para ter mais tempo para aquilo que é prioritário. Vou deixar para estudar Mandarim apenas nas férias. 

Fazer Economia não é fácil e não é para qualquer um. A maioria dos professoras não tem domínio de didática e fica difícil entender algumas coisas que muitos deles falam. Muitas vezes a matéria nem é difícil, mas pelo professor não saber transmitir as informações, se torna algo muito difícil de compreender. 

Espero trabalhar duro e colher frutos no final do semestre. Ainda estou procrastinador, mas sinto que a vitória contra esse inimigo está perto. Todas as atividades que me fazem desviar do foco de estudar estão sendo neutralizadas. Já me desapaguei quase que completamente do celular. As redes sociais sempre tem as mesmas coisas e praticamente não estou horas navegando em feed de notícias. Já estou enjoando de Youtube. Estou afunilando as minhas atividades e está ficando mais fácil estudar. 

Para manter este estágio tenho que estudar muito e vencer esta etapa. 

Dez bênçãos pelas quais sou grato

1- Sou grato por ter a oportunidade de estudar em uma universidade federal, tendo um curso superior, posso abrir mais portas. 

2- Sou grato por ser monitor de uma disciplina na graduação, estou aprendendo a me comunicar e posso conhecer novas pessoas. 

3- Agradeço por ter minha mãe presente na minha vida, ela me ajuda muito e espero retribuir. 

4- Agradeço por ter uma moradia, sou abençoado por conseguir um lugar com água, energia, internet, gás e limpeza incluso no aluguel, e consigo pagar um preço bom. 

5- Fui contemplado em ter uma sala no prédio de Economia, onde posso estudar de maneira tranquila. 

6- Sou grato pelas pessoas a minha volta que me ensinam lições valiosas. 

7- Agradeço por estar nesse planeta, pretendo buscar os melhores modos de aprender e extrair o melhor do mundo.

8- Sou grato por ter o que comer e beber, a alimentação é um fator muito importante para manter a vida. 

9- Agradeço por ter o que vestir, de tempos em tempos, posso trocar o vestuário. 

10- Sou grato por ser jovem e ter muito tempo para poder aprender e passar algum conhecimento. 

25 de abril de 2017

1- A consciência me ajuda a caminhar e me mostra o caminho certo e errado, agradeço por este instrumento tão importante que nos acompanha durante a vida.

2- Agradeço pela chuva que chega, molha a terra e fez a vida reflorescer.

3- A invenção da internet foi algo que me ajudou a ter acesso a conhecimentos que provavelmente seria mais difícil.

4- Sou grato por ter oportunidade de aprender outros idiomas, estou agarrando esta oportunidade e quero ficar fluente em outras línguas e poder se comunicar com mais pessoas.

5- Obrigado músicos, coreógrafos e dançarinos que animam a minha vida, a arte relaxa a minha mente e me completa.

6- Todos os meus professores são muito importantes, cada um tem um jeito de ensinar uma visão e isso me ajuda a ver vários lados de uma história.

7- Sou grato por poder morar em uma das cidades com melhor qualidade de vida do Brasil.

8- Agradeço a todos que trabalham para proteger os membros da sociedade. Estas pessoas ajudam a manter certo grau de tranquilidade e evitam o caos total.

9- Agradeço a todos que tem empatia comigo e me aceitam, mesmo sendo imperfeito e tendo muito o que melhorar.

10- Sou grato, por ter um meio de preservar parte do meu tempo aqui nessa planeta.

Bênção do dia: Consegui terminar de resolver as provas antigas que a professora de Estatística nos deu como revisão.

 

 

Como a UFES está reagindo ao corte de gastos do Governo Federal

A crise econômica perdura e a Educação está sofrendo cortes com o pretexto que é necessário economizar. Educação deveria ser prioridade e ser uma área que a população deveria lutar e apoiar. A massa alienada vê os universitários de instituições públicas como vagabundos e como se o governo tivesse fazendo um favor. Educação é um DIREITO, pagamos impostos caros, serviços públicos não são favores, temos que cobrar que nossos impostos sejam utilizados para a melhoria da qualidade de vida da nação. 

O reitor é inacessível aos alunos. Não é feito nenhum esforço para tentar explicar a situação, ele deixa evidente que o importante é apenas garantir o dele. 

Atos que a Universidade fez para economizar:

Precarizou o RU, menos opção de carne, de salada e sem sobremesa. O RU ficou vários meses sem suco no ano passado e a desculpa foi “problemas com o fornecedor”, a administração da UFES é uma vergonha e não deixa claro o que está acontecendo. 

Terceirizados demitidos. Grande parte dos trabalhadores na área de limpeza serão dispensados. Vários alunos, professores e funcionários tratam o pessoal da limpeza como lixo, isso é muito revoltante. Terá menos seguranças patrimoniais (não entendo o fato de ter segurança patrimonial, e a vida das pessoas?).

A grama será cortada com menos frequência, dessa forma temos que adentrar praticamente em uma floresta para chegar na sala de aula. 

Sem iluminação a noite. Com iluminação já é perigoso, imagine sem.  

Salas trancadas para economia de energia. Isso eu concordo, mas precisa chegar ao extremo para tomar tal atitude? Os alunos usam as salas pois é mais fresco. Nunca tem dinheiro para colocar ar-condicionado na inferblioteca. Mas tem rios de dinheiro para obras super-faturadas

Estamos ficando sem o básico como pincel de quadro e papel para imprimir as provas. Mas o Coffee-break com salgadinhos de camarão sempre está garantido nos degraus mais altos.