Skip to main content

Fantasmas do passado que estão voltando

Aprendi com Maura de Albanesi que nós atraímos o que queremos e também o que não queremos. As coisas se materializam através daquilo que pensamos e com que ocupamos nosso tempo.

Várias pessoas que não queria ver estão aparecendo na minha rotina, e surgiram pessoas que lembram outras que não queria lembrar. A minha consciência por ter sido um pouco ampliada, me fez perceber que, minha vibração que está colocando estas pessoas no meu campo de visão. 

O termo Lei da Atração pode ser substituído por projeção mental, pois não conquistamos apenas aquilo que queremos. Se fosse assim, o mundo seria um lugar totalmente diferente, grande parte da humanidade seria próspera. 

Isto é um sinal que devo mudar a minha frequência e me libertar do passado. Tenho como objetivo ser uma pessoa melhor e conviver com pessoas com objetivos que se encaixam. Agradeço por conviver com pessoas que não me fazem mal, mas elas não tem muito o que acrescentar em mim e eu também não tenho muito o que acrescentar nelas. 

Coisas que odeio estão se tornando frequentes. Exemplos: Não gosto que fumantes joguem fumaça no espaço que estou, acho muito desagradável cheiro de cigarro. Nada contra fumantes, cada um faz o que quiser da vida, mas queria ficar longe dessa experiência de respirar ar com fumaça de cigarro. Não gosto de pessoas que falam muito alto e que são escandalosas e não me identifico muito com quem bebe, tenho alguns amigos que bebem, mas eles não ficam bêbados e loucos na minha presença. 

Quero projetar um futuro mais agradável e que encaixe mais com o meu perfil. Vou tomar mais cuidado com que assisto e com que falo. Vou parar de ver clipes de músicas que tem referência a cigarros e bebidas. Para evitar certos momentos desagradáveis com pessoas muito escandalosas, vou exercitar o silêncio e começar ignorar e não ser plateia em show. 

Resenha do O segredo – The secret

Acessando alguns vídeos sobre desenvolvimento pessoal, vi que algumas pessoas comentaram sobre o filme O segredo. Nunca tinha ouvido falar sobre este filme, fiquei curioso, pesquisei na Netflix e vi que tinha no catálogo.

filme o segredo THe secret Ramon Cristian - Resenha do O segredo - The secret

O conteúdo desse material abriu algumas portas para a minha vida. Pude confirmar o quão importante são as nossas palavras e nossos pensamentos e como isso contribui para a criação da realidade.

Nem todas as pessoas especializadas em assuntos que envolve lei da atração concorda com tudo o que é dito no filme. Elas dizem que O segredo coloca o ser humano como o centro do universo, o que acontece de fato é que, o ser humano pode estar em sintonia com alguma energia do universo.

O segredo é muito focado em dizer que, para as pessoas conseguirem algo, devem pedir para o Universo. Pedir para o Universo é um passo muito importante, mas o principal são os sentimentos. Os sentimentos são muito mais poderosos para atrair energias e vibrações similares. Quando queremos algo, mas estamos com sentimentos negativos, o que desejamos pode vir de forma distorcida.

Acredito que esse filme é ótimo para quem é leigo no assunto e quer começar a entender esses assuntos de espiritualidade, materialização, leis universais e temas similares.

É incrível como a fé transforma vidas. Durante o filme há alguns depoimentos de algumas pessoas que passavam por certas dúvidas, tristezas, problemas sérios de saúde, mas conseguiram se libertar de todo mal, tendo uma sintonia com uma energia positiva e acreditando que o melhor estava por vir.

Muita gente é cética nesses assuntos e não acreditam em muita coisa. Para sabermos se funciona ou não, é importante deixar o orgulho um pouco de lado e tentar. Tentar não custa nada e é muito bom para ter novas experiências. Veja O segredo e sinta a mensagem que está sendo transmitida.

Conhecendo a lei da atração e mudança de comportamento

Alguns dias atrás apareceu no feed do meu Youtube alguns vídeos falando sobre lei da atração, lei da fusão e alguns conteúdos sobre espiritualidade. Eu sempre busquei desenvolvimento para me tornar uma pessoa melhor, mas sempre tive dúvida de como começar e o que fazer. Sei que preciso deixar algumas mágoas para trás, mas nunca achei uma resposta para aquilo que queria saber. Quando perguntava algo a alguém que eu achava que poderia me ajudar, sentia que as palavras ditas para mim eram muito vazias e sem sentido. 

Por muito tempo fui uma pessoa muito religiosa e sempre participava dos eventos da igreja como forma de buscar ajudar a congregação. Percebi que não estava sendo enchido de luz, as coisas não estavam se desenvolvendo. Sempre fui desconfiado em me relacionar com os outros e prefiro ver o movimento de longe antes de me aproximar. A maioria das pessoas que convivo na igreja não são pessoas ruins, mas nunca senti empatia em estar com elas. 

Conscientemente ou inconscientemente o poder material dentro da igreja tem muito destaque. Isso me incomoda muito e não me conformo com este tipo de situação. Determinados pastores que conheci claramente tratam melhor aqueles que tem mais recursos financeiros. Estava indo buscar Deus, mas não encontrava algo que me edificasse. Ir em um lugar por obrigação é muito ruim. Estava apenas indo na igreja para não ter conflitos com a minha mãe. Já não aguentava mais dar sorrisos falsos e ouvir o pastor falar “Vira para o seu irmão e diz…” e tudo isso passar de falsidade. Comecei a ver os cultos como espetáculos, onde muitos que estão no altar são como artistas que querem se exibir para o público. 

Chegou um momento que percebi que nunca acharia as respostas que queria nos cultos que ia. Então passei a buscar vários materiais falando como que se dá o processo da ansiedade, como ser mais grato, como superar os acontecimentos ruins e estes assuntos que podem nos afligir. 

Recentemente depois de tantos anos comecei a me encher de uma energia positiva e boa. Sinto que a negatividade que coloquei em cima de mim começou a afetar pesadamente o meu corpo e comecei a ter problemas que não tinha. O meu corpo manifestou um sinal vermelho que é hora de mudar. Minha imunidade está baixa, comecei a sentir muita fraqueza, falta de foco, dor e até a consistência da minha urina percebi que estava mudando. Todo exame que faço mostra que tudo está normal, a partir disso percebi que o problema não era algo físico. 

O ódio, a raiva, é difícil admitir isso, mas a inveja também, a sensação de falta, o sonho de ter uma família “tradicional” que não foi concretizada e todos estes sentimentos manifestaram no físico. Depois de ter acumulado conhecimento daquilo que saciaria meu desejo de poder me tornar uma pessoa melhor, agora sinto que tenho coragem e força de começar o processo de mudança. 

O pouco a mais que aprendi vai fazer muita diferença daqui para frente. Consegui enxergar vários padrões destrutivos que escapavam dos meus olhos. Quando li a Bíblia e li que Deus criou o mundo através do verbo, ou seja, criou o mundo através da palavra. Isso me intrigou por muitos anos. Hoje consigo entender melhor o poder disso. Nossos pensamentos, desejos, crenças e palavras possuem muito mais poder que podemos imaginar. A palavra é uma fonte muito poderosa de poder. Através da palavra se constrói a realidade. Em um momento pensei naquilo que queria para a minha vida e como de certo modo as coisas foram se concretizando. Por ter pensamentos negativos, o que desejava foi se concretizando com alguns vieses, sempre tinha problemas por trás. Na lei da atração devemos elevar o nosso modo de ser. Devemos nos ver como merecedores do sucesso. A gratidão faz com que vemos o que temos, não devemos focar nossa atenção na falta. Se fomos gratos e vemos a abundância e aquilo que tem de bom ao nosso redor, atrairemos mais abundância. Se ficamos remoendo o passado e nos queixando sobre o que falta, no final faltará mais ainda, pois estamos atraindo a pobreza material e espiritual. Não devemos limitar a nossa mente apenas naquilo que podemos compreender. 

A lei da fusão me ensinou que devemos visualizar o nosso agora com aquilo que queremos ser, desse modo vamos atraindo a frequência daquilo que pretendemos. Já fiz meus pedidos a Deus (Deus é uma nomenclatura, você pode chamar de Universo ou algo que se identifica com sua crença). Antes tinha muito medo de pedir por parecer algo egoísta ou ganancioso. Saiba que podemos ter o melhor e não é errado desejar isso. 

Este ano espero evoluir muito e conquistar muitas vitórias, espero aprender muito e contagiar o meu redor com prosperidade. No final do ano tenho confiança que vou relatar muita coisa boa.