Skip to main content

Dez bênçãos pelas quais sou grato

1- Sou grato por ter a oportunidade de estudar em uma universidade federal, tendo um curso superior, posso abrir mais portas. 

2- Sou grato por ser monitor de uma disciplina na graduação, estou aprendendo a me comunicar e posso conhecer novas pessoas. 

3- Agradeço por ter minha mãe presente na minha vida, ela me ajuda muito e espero retribuir. 

4- Agradeço por ter uma moradia, sou abençoado por conseguir um lugar com água, energia, internet, gás e limpeza incluso no aluguel, e consigo pagar um preço bom. 

5- Fui contemplado em ter uma sala no prédio de Economia, onde posso estudar de maneira tranquila. 

6- Sou grato pelas pessoas a minha volta que me ensinam lições valiosas. 

7- Agradeço por estar nesse planeta, pretendo buscar os melhores modos de aprender e extrair o melhor do mundo.

8- Sou grato por ter o que comer e beber, a alimentação é um fator muito importante para manter a vida. 

9- Agradeço por ter o que vestir, de tempos em tempos, posso trocar o vestuário. 

10- Sou grato por ser jovem e ter muito tempo para poder aprender e passar algum conhecimento. 

25 de abril de 2017

1- A consciência me ajuda a caminhar e me mostra o caminho certo e errado, agradeço por este instrumento tão importante que nos acompanha durante a vida.

2- Agradeço pela chuva que chega, molha a terra e fez a vida reflorescer.

3- A invenção da internet foi algo que me ajudou a ter acesso a conhecimentos que provavelmente seria mais difícil.

4- Sou grato por ter oportunidade de aprender outros idiomas, estou agarrando esta oportunidade e quero ficar fluente em outras línguas e poder se comunicar com mais pessoas.

5- Obrigado músicos, coreógrafos e dançarinos que animam a minha vida, a arte relaxa a minha mente e me completa.

6- Todos os meus professores são muito importantes, cada um tem um jeito de ensinar uma visão e isso me ajuda a ver vários lados de uma história.

7- Sou grato por poder morar em uma das cidades com melhor qualidade de vida do Brasil.

8- Agradeço a todos que trabalham para proteger os membros da sociedade. Estas pessoas ajudam a manter certo grau de tranquilidade e evitam o caos total.

9- Agradeço a todos que tem empatia comigo e me aceitam, mesmo sendo imperfeito e tendo muito o que melhorar.

10- Sou grato, por ter um meio de preservar parte do meu tempo aqui nessa planeta.

Bênção do dia: Consegui terminar de resolver as provas antigas que a professora de Estatística nos deu como revisão.

 

 

Como lidei com a rejeição do meu pai e família

Meu pai é uma pessoa muito problemática desde muito novo. Minha mãe decidiu se relacionar com ele, mesmo tendo todos os desafios que ela iria passar escancarados na sua frente. Não sei o que acontece, mas ela tem dificuldade de ver os impactos de suas escolhas e toma muitas decisões erradas. Espero podê-la ajudar a se libertar disso e auxiliar na sua expansão de consciência. 

pai ausente como lidar - Como lidei com a rejeição do meu pai e família

Nunca tive contato com meu pai durante muito tempo. Fui ver ele depois de muitos anos, tinha muita curiosidade de ver o rosto dele. Eu de alguma forma atraí este ser para a minha vida, tinha um desejo muito grande de ter um pai presente, mas as coisas não foram como no mundo perfeito que acreditava. 

A primeira vez que o vi foi desolador, estava sujo, descalço e bêbado. Por algum motivo, mesmo vendo aquela cena, minha mãe aceitou voltar com ele. Nós os vimos quando estávamos de férias na cidade da minha avó. Depois de algum tempo quando estávamos em casa na nossa cidade, minha mãe combinou dele morar com a gente. Sabia que aquilo não ia dar certo. Quando ele chegou, já estava bêbado e eu com muita raiva. Minha mãe tentou apaziguar as coisas, mas minha raiva seria algo que só cresceria.

Eu era a única pessoa que contrariava ele, por causa disso, ele fazia a cabeça da minha mãe contra mim. Com o tempo ela defendia ele com unhas e dentes. Ela chegou a me machucar fisicamente por causa dele (ela foi acumulando raiva de mim, chegou um momento que as coisas explodiram). Por falta de coragem, não consegui pedir para morar com outros familiares para sair daquele sofrimento. Toda vez que sinto estes dias, me dá um sentimento de frustração e falta de confiança, principalmente da minha mãe que por muitas vezes não me defendeu. Sinto que nossa relação de confiança nunca vai ser a mesma. 

Para me atacar, aquele homem falava que fazia as coisas por minha culpa. Que eu era o culpado dele beber e pelas coisas estarem naquela situação. Ele se incomodava muito comigo, falava que não deveria estar o todo tempo dentro de casa, não podia ver meus desenhos na televisão em paz e sempre arrumava algo para me atingir (que aumentou a minha baixo auto-estima). Eu fui muito imaturo para lidar com isso, mas também não tinha nenhuma experiência em conviver com alguém viciado em algo. 

Um dia finalmente chegou a data da partida dele da nossa convivência para sempre, esse momento foi um dos melhores na minha vida. Espero passar por isso nunca mais, não admito sofrer por causa de ninguém. Se minha mãe, meu irmão, futura esposa e filhos entrarem no mundo do vício, ajudarei de longe e direi adeus. 

A família do meu pai nunca quis saber sobre mim. Por muito tempo fiquei afetado com isso também. Mas hoje, vejo as coisas de uma maneira diferente. Sou grato por esses acontecimentos terem passado pela minha vida, tive lições muito preciosas e agradeço pelo aprendizado que tive. Aprendi a atrair energias melhores para mim. Não deixo ninguém me desvalorizar, eu tenho minha beleza, eu tenho minhas competências e me esforço sempre buscando uma qualidade de vida melhor. Não sou culpado pelo fracasso de ninguém, e se alguém me disser isso hoje, não vai ser algo que me afeta. Laços familiares não são tão importantes assim, pessoas fora do ciclo de DNA podem se importar mais comigo do que um familiar. 

Me sinto muito mais realizado, este sensação veio internamente, não preciso de uma manifestação externa para sentir bem comigo mesmo. Não preciso mais me encaixar em padrões de família perfeita. 

O poder da gratidão

A gratidão é algo que deve fazer parte da vida. No nosso tempo só ouvimos falar sobre falta de tempo, carga alta de estresse, sentimentos negativos e lamentações sobre a vida. 

Muitas vezes só damos conta do que falta e não somos agradecidos pelo que temos. Cada vez mais a vida  dos seres humanos está voltada para o materialismo. Estamos em um estágio onde criamos um sociedade insaciável para o consumo, onde ter bens materiais se tornou importante instrumento de poder social. Tais condições criadas criou uma sociedade infeliz e que nunca se sente completa. 

A falta de algo atrai mais falta para a nossa vida. Isso é um ciclo terrível, pois é como tivéssemos construindo um poço que enchemos de infelicidade. O ciclo quando chega a certo ponto pode afetar o corpo com algum mal. Já reparou como tem pessoas que só vivem no sofrimento?

A gratidão não é algo vazio. A gratidão dar poder e nos enche de alegria. Quando somos gratos, gradualmente atraímos mais coisas boas e além de receber mais vitórias, aproveitamos mais as conquistas. A gratidão faz com que o foco na vida se volta para a fartura. Focar na falta não vale a pena, olhe ao redor e veja no que é agradecido. Possuímos muitas coisas que várias pessoas ao redor do mundo não tem acesso. Somos ricos em tantas coisas e devemos olhar a vida de maneira mais sutil para poder notar isso. Fortaleça o bem. 

Aprendi que não devo sofrer pela falta que um pai fez, o melhor é agradecer e ser grato pelas coisas que minha mãe fez por mim. Grato por ter alguém que cuide de mim, enquanto exitem pessoas que são largadas pelos familiares. Sou grato por poder me alimentar, estudar, ter oportunidades de buscar os meus sonhos, ter um lugar para morar e tem tantas outras coisas que sou privilegiado. 

Agradeçam mais e vejam o resultado disso com o tempo.