Skip to main content

Se conhecendo melhor – De dentro para fora

Avalie este post

Se conhecendo melhor Ramon Cristian - Se conhecendo melhor - De dentro para fora

Por muito tempo uma das minhas maiores preocupações foi fazer amizades. Mas vi que, primeiramente devo me internalizar, me conhecer melhor antes de tentar preencher um vazio adicionando pessoas na minha vida. Eu não necessito ter muita gente a minha volta, sou mais reservado e me sinto bem tendo uma rede social pequena. 

Decidi deixar este desespero social para trás. Acredito que, nós vamos atraímos a energia que emitimos, se eu mudar internamente, o mundo externo também vai ser transformado.

Passei por situações chatas com pessoas que pensava que eram meus amigos. Agradeço por ter passado por certas coisas, pois assim pude aprender lições valiosas, aprendi a me afastar de quem não quer meu bem e também aprendi a ser uma pessoa melhor e não magoar os outros. Hoje em dia tomo muito mais cuidado no que vou falar e estou aprendendo a dar menos detalhes da minha vida com quem convivo. 

Grande parte do meu tempo é marcado pelo silêncio, agora quero aprender mais coisas com ele. Antes de ficar lamentando e ficar sofrendo por causa de solidão, vou fazer coisas mais produtivas que podem me ajudar a conquistar os meus sonhos. 

Por muito eu lastrei a minha felicidade em estar com os outros. Talvez tenho esses devaneios veio por influência da televisão, onde tudo parece perfeito e que os mocinhos sempre tem um amigo que pode ajudar até nas missões mais impossíveis. Eu me mudei muito, então nunca me fixei em um lugar para cultivar laços mais duradouros. 

Chegou um sentimento em mim dizendo para estar em paz comigo mesmo, fazendo isso o futuro vai ser próspero e que virão boas novas. O fato de tentar ser perfeito consumiu muito tempo da minha existência. Estou me vendo mais através da minha realidade e transformar meu ser a partir disso, viver em um mundo longe e utópico não vale a pena. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.