Skip to main content

Qual é a nossa missão nesse planeta e no universo?

Avalie este post

Sempre devemos perguntar para nós mesmos o porquê de estarmos aqui. Somos praticamente nada comparado ao espaço-tempo. 

No fundo, o desejo de todo ser humano é viver uma vida tranquila. Alguns pensam que terão uma vida melhor pós-morte, e vivem com base nesse pensamento. Grande parte da humanidade está tão preocupada em sobreviver, que sair de rotina sem sentido não parece uma opção. 

Sinto que a irrelevância tem um peso muito forte dentro das sociedades. Invés de buscar a evolução e ir atrás de respostas de perguntas que podem transformar a realidade, parece que a busca são por coisas que estagnam ou retrocedem as vitórias conquistadas. 

Se cada pessoa pensasse mais sobre o que ela é dentro desse planeta e como somos praticamente irrelevante comparado ao tamanho do universo, muita coisa seria diferente. Não temos uma identidade como espécie, cada um está tão preocupado com si e com seu grupo social fechado, que na atualidade se torna difícil ver humanos como uma unanimidade.

O mundo negligencia muitos conhecimentos que podem ser úteis para entender o significado da vida. Precisamos olhar de maneira mais sutil as mensagens que são passadas para nós. Se a humanidade tem uma missão a cumprir, devemos tentar buscar essas respostas. Parece que o mundo caminha para a destruição. Não faz sentido acabar com aquilo que se precisa, e é exatamente o que está acontecendo. 

Devemos tentar sair dos nossos mundos particulares e perceber que fazemos parte de algo maior. Quando a tristeza bate, é um ótimo momento para pensar qual caminho devemos seguir e o que devemos fazer. 

Pensar naquilo que somos, os filtros sociais que recebemos durante os anos, como estão nosso pensamentos, como que o universo influência nossas vidas e o que queremos fazer, são questões que em um momento são importantes de serem pensadas. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.