Primeira vez indo em um evento de K-pop – Vitória-ES

No dia 22 de julho fui no evento Espírito Kpop no Parque Moscoso. Sai um pouco mais cedo para poder chegar a tempo. Acabei parando em outra cidade, sim, sou perdido a este ponto. Depois finalmente consegui chegar no centro da cidade para participar no evento. Quando cheguei, bateu um sentimento ruim, não me senti muito a vontade. A média de idade das pessoas do local era de uns 15 anos, me senti muito velho estando ali. 

Todo mundo estava com seus grupinhos, eu estava lá sozinho olhando para o nada. Dos meus amigos só eu gosto de K-pop, então ninguém ia sentir a vontade de me acompanhar. Tinha bastante gente, acredito que deveria estar ali umas 300 pessoas. Comprei duas fotinhas, uma da Lisa integrante da banda BlackPink e outra da Tiffany da Girl Generation, cada uma foi R$1,50. 

Fiquei olhando as coisas que o povo estava vendendo, vi umas pessoas fazendo coreografias na frente do palco. A partir de certo horário começou a ter um campeonato de dança, vi os primeiros grupos, depois comi um pastel em uma lanchonete perto e fui embora. Pensava que ia ter pouca gente, levei até um lanche do piquenique que pensei que ia rolar. 

Nesses momentos que queria ser extrovertido, tinha tanta gente legal para conhecer, mas tenho muita vergonha de chegar do nada em alguém e começar uma conversa. Agora que conheço mais ou menos as pessoas que vão nos eventos, quero pelo menos tentar iniciar uma aproximação. 

Depois que acabar o semestre e sair os resultados, vou estar com a cabeça mais tranquila e vou conseguir sair com menos preocupação na mente. Uma coisa que não curti é que senti um clima de inveja e competição. Tenho que estar com uma energia bem positiva para não absorver estas energias ruins. Algo que achei estranho, quando tocava as músicas mais famosas, tinha algumas pessoas que começavam a gritar, não sei se me acostumo com isso. Gosto de espaço e ouvir a música sem interferências (sem gente gritando perto de mim). 

(Visited 16 times, 1 visits today)

Ramon Cristian

Doramaníaco, J-rocker, geek, otaku, fã de cultura asiática e gosto muito de aprender idiomas.