Skip to main content

Palhaço assassino na festa de gala e bebida de mel

Avalie este post

Este sonho há vários significados que não faço a mínima ideia do que seja. Ou talvez, foi apenas minha mente que criou estas imagens tendo sentido nenhum. 

A primeira cena que lembro, foi eu chegando em uma festa de gala. Dava para perceber que havia apenas pessoas ricas no local. Todos estavam muito bem arrumados e as mulheres usavam várias jóias. Parecia que eu estava muito inseguro, sendo a primeira vez que participava de algo do tipo. Senti que estava colocando uma “máscara” para poder me enturmar no meio daquela gente. 

Tenho a impressão que estava sendo “iniciado” por alguém naquela sociedade. Depois de um tempo, procurei um lugar para sentar. No momento que eu sentei, chegou uma senhora com mais idade e sentou perto de mim. Ela se sentiu muito a vontade com a minha presença, toda sorridente e bem confortável. Um garçom passou e nós pegamos alguns drinks. Eu não bebo álcool, não tenho certeza, mas acho que perguntei se as bebidas eram alcoólicas. Esse senhora parecia uma pessoa muito poderosa, com muito dinheiro e poder (ainda bem que ela gostou de mim). 

Estava ficando mais tranquilo e relaxado. Quando chegou um cara de terno, todo bem vestido, mas com um detalhe. Este homem usava uma maquiagem de palhaço. Ele tirou um revólver do paletó e matou um cara que estava com o corpo encostado na parede. Nesse momento levei um susto muito grande e fiquei com um suor frio, tentei me controlar o máximo para não aparentar desespero. Na festa todo mundo estava conversando e confraternizando como se nada tivesse ocorrido. Vi o sangue do morto escorrer pelo chão. Eu peguei minha bebida e em poucos goles tinha terminado de beber. No final da taça tinha mel e achei aquilo curioso. 

A impressão que tive que a festa foi organizada para matar o cara. Ele devia ser um traidor e/ou ter falado demais. Talvez isso é um alerta para algo no futuro. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.