Skip to main content

Os vícios e a prisão de um ser só

Avalie este post

A realidade é algo que muitas pessoas querem fugir ou apenas se ver longe dela por um tempo. Um caminho escolhido para ter novas experiências são as drogas. Com o tempo as drogas deixam de ser a liberdade do novo mundo para se tornar a prisão de um mundo complicado de sair. 

Algumas drogas são totalmente aceitas que a sociedade nem enxerga mais aquele elemento como uma droga. O belo exemplo que conhecemos é o álcool. 

Eu ainda estou atraindo viciados em álcool para a minha vida, mas a reação que estou tendo com este fato está totalmente diferente. Aprendi muita coisa através do meu pai e das tentativas da minha mãe de libertá-lo da vida que ele tem. 

Nós não temos a a capacidade de libertar os outros de suas prisões, apenas a pessoa que está dentro do mundo dela pode encontrar a solução de sair dali. Apontar os erros, culpar, fazer pressão, mostrar o que esta pessoa está perdendo e o que ela está ruindo não vai adiantar nada. 

Aprendi a não carregar dores que não são minhas. Apenas aprenda a não carregar pesos que não são seus. Viva o seu mundo e tente chegar no mundo maravilhoso. Todos nós estamos presos em várias prisões, com o tempo alguns se colocam em mais prisões, enquanto outros cada vez ficam mais livres.

Palavras vazias não fazem nenhum efeito sobre mim. Eu sou quem sou e sei onde posso chegar, não é ninguém dentro de uma prisão que vai consegui mudar o meu rumo e atrasar os passos para chegar no mundo melhor. Cada um é responsável por seus atos e cada um aguente as consequências daquilo que faz. 

Os sábios sabem que necessitam despertar, ouvir e aprender. Os ignorantes acham que sabem demais e não precisam de ninguém, pois no coração pensam que são invencíveis. A mensagem para aqueles que querem ficar na prisão: Nem lamento. 

sippy cup melanie martinez Ramon Cristian 1024x576 - Os vícios e a prisão de um ser só

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.