Skip to main content

Gente que faz coisa errada e paga de vítima

Avalie este post

Por ter pessoas da minha família que fazem coisa errada e paga de vítima, simplesmente passei a evitar o máximo gente com este tipo de comportamento.

A “vítima” tem dois propósitos. Chamar atenção e tirar vantagem em cima da pressão psicológica são as suas principais habilidades. A pessoa apronta, faz os outros pagar vexame, xinga e faz toda a bagunça e no final se mostra como coitadinha. O pior é que gente desse tipo consegue manipular as mentes mais fracas. Ela se mostra como incapaz e que precisa de ajuda, o mais estranho de tudo isso é que, estes mesmos que imploram que necessitam de recursos são os que não são capazes de ajudarem ninguém.

A pessoa não tem caráter de assumir os próprios erros e sempre busca uma desculpa. Seus relacionamentos são a base de chantagem. Na medida do possível é necessário ficar longe desses tipos. Quando a convivência é obrigatória, o recomendável é ignorar ou pedir para a pessoa se calar (fechar a boca do maligno). É horrível quando há uma fonte de maldição dentro do lar, nada dá certo de tanta energia negativa que fica no ambiente.

Normalmente a “vítima” é um ser egoísta e que só pensa nela mesma. Suas principais características é tomar as piores atitudes, humilhar, extorquir e roubar. No final de tudo ela é protegida e exaltada por alguém que encobre seus delitos, isso ocorre pelo excesso de amor a outrem (na maiorias das vezes falta amor próprio) ou por vagabundagem mesmo. Esses artistas do mal com seus teatros do obscuro fazem com que os reais necessitados sejam esquecidos.

Não seja marionete de quem não precisa do seu apoio. Abra os seus olhos e veja onde realmente é necessário investir tempo e recursos. Não seja um alimentador da injustiça. Quando queremos e nos esforçamos, somos direcionados para o bem.

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.