Skip to main content

Feriado de Páscoa que não passarei em casa

Avalie este post

Infelizmente não consegui ir para casa nessa páscoa. Tive que ficar na república, pois não consegui carona para ir na casa da minha mãe. Ela disse que poderia comprar passagem e ir, mas se fizesse isso, tenho certeza que depois ela reclamaria de despesa, e não quero ouvir sermões sobre gastos (sendo que nem gasto muito). Estou esperando a minha vitória de ter uma renda para me sustentar. 

Queria muito ir para casa e ter a sensação de estar em casa. Morar nessa república está sendo melhor que a primeira. Aqui tem menos problemas, mas ainda não é muito confortável. Estar com a família é uma sensação totalmente diferente. E moro com pessoas totalmente diferentes de mim. 

Não adianta chorar pelo leite derramado. Aproveitei este tempo a mais e limpei meu quarto, uma faxina mais profunda que o habitual. Lavei o tapete, tive que lavá-lo, pois deixei cair chocolate nele. Coloquei a roupa para lavar. Fiz todas as revisões de Mandarim no Memrise, vou colocar todos os meus artigos em dia para não deixar o site parado e vou estudar matérias da graduação. 

Neste final de semana em Vitória-ES está tendo o Anime Dark com o tema Dragon Ball. Um rapaz que mora comigo disse que ia pegar um ingresso para mim, pois ele vai trabalhar lá, depois ele me mandou uma mensagem falando que não deu ‘-‘ . Ontem prometi que ia na academia com ele, mas vi que eu estava sem bermuda limpa (tinha colocado tudo para lavar) e desmarquei.  Ele ficou bravo, mas agora sinto que não devo nada a ninguém. Ele também furou comigo. 

O povo que mora comigo é meio problemático e vou tentar ficar mais na minha. Não são rapazes que quero fazer amizade, mas não chega ser tão ruim que não dê para conviver. Sinto que a vida está me ensinando a expor menos meus gostos para quem está a minha volta, quando faço isso sinto que fico mais vulnerável. 

Espero poder me organizar nessa páscoa. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.