Skip to main content

Feira de plantas em Portugal e loja estranha com livros antigos

Avalie este post

Sonhei que estava em Portugal. Tinha chegado em um ponto perto de uma praia, este lugar aparentava ser bastante turístico, estava cheio de pessoas de vários lugares do mundo.

Depois vi que estava em uma feira de plantas. No lugar parecia que só tinha eu e os vendedores. O clima estava nublado, parecia como se fosse o pôr-do-sol. Examinava detalhadamente as plantas. Tinha uma coisa muito estranha, tinha uns pés de tomate com avisos falando que eles estavam com defeito ou algo assim. Os tomates que estavam crescendo eram bem pequenos e sem vida. Eu me interessei por um vaso que tinha um pé de alecrim enorme, perguntou o vendedor quanto que era, ele disse 15 euros. Eu fiquei surpreso com o preço e disse que estava muito caro. 

Eu saí da feira e entrei em uma loja. A loja parecia meio esotérica. Tinha algumas coisas para plantas, objetos e alguns produtos que não sabia o que era. Tudo pareceu muito caro para mim, mentalmente estava tentando comparar com os preços do Brasil. Andando pela loja vi que tinha uma parte do estabelecimento uma espécie de sebo. Lá tinha discos de vinil, CDs e alguns livros. Olhei para um CD e parecia ser de um cantor espanhol. Tinha uma estante que só tinha livros, olhei a parte de baixo e vi várias bíblias. Peguei uma Bíblia grande que parecia ter a capa de couro, depois retornei ela para o lugar. Vi uma Bíblia que gostei, estava custando 7 euros e alguma coisa, tinha o preço na primeira página escrita a lápis. Foi a única coisa que achei que valeria a pena levar. A mulher da loja perguntou porque estava em Portugal. Disse para ela que queria conhecer a terra dos meus antepassados. 

Foi um dos sonhos mais tranquilos que tive, não teve cenas cheio de adrenalina como costuma ter. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.