Skip to main content

Economizar dinheiro para depois plantar

Avalie este post

Estava pensando em algo que gosto de fazer e que me tira o estresse. Uma opção que pode ser uma alternativa é plantar. Adoro plantas e plantar. Dá uma sensação tão boa comer aquilo que se plantou. Descobri que aqui em Vitória, relativamente perto da minha cada, tem um viveiro. 

Este mês vou ser bem racional com minhas compras. No próximo mês sobrando um dinheiro, vou realizar a compra da primeira planta. Todo mês pretendo comprar alguma coisa para plantar e cuidar. O apartamento que estou tem bastante espaço, vai dar para aproveitar esse espaço e dar um pouco mais de vida para o lar. 

Na entrada da república tem um lírio-da-paz. Ele estava todo queimado e todo seco. Tem um senhora que vem duas vezes por semana limpar as áreas comuns da república. Provavelmente só ela molhava a planta. Vou aproveitar abril para criar uma rotina cuidando dessa planta, assim que comprar as mudas, já vou estar treinado.

Ia ser interessante pensar em algum projeto que envolva hortas urbanas. Eu vi um documentário chamado Um lugar ao sol, onde uma francesa entrevistada disse umas falas muito interessantes. Ela disse que na França, por menor pedaço de terra que a pessoa tenha, ela planta. No Brasil, as pessoas pagam caro na feira, mas não plantam, mesmo tendo terra disponível. 

Voltar para a terra é ter de volta uma conexão com a natureza. Infelizmente não temos segurança alimentar, tudo está muito contaminado. Quando mais processo de industrialização, maior a chance de algo está contaminado e envenenado. Estamos perdendo o paladar para coisas naturais. Na minha adolescência que fui provar um alface sem veneno nenhum, nunca imaginaria que alface poderia ser crocante. Vou ter esta missão de ter uma vida mais natural, poder aprender e ensinar as pessoas a terem uma vida melhor. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.