Skip to main content

Como foi praticar Yoga pela primeira vez

Avalie este post

Uns dias atrás, fui para uma aula de Yoga, no parque Pedra da Cebola que fica em Vitória-ES. Foi a primeira vez que pratico este tipo de exercício. Percebi que o estilo das pessoas presentes no local são diferentes do tipo de pessoas que lido no meu cotidiano.

Paguei um mico no início das aulas, a professora pediu para fechar os olhos e respirar. Fiz como ela disse, depois ela começou a passar algumas posições, mas eu ainda estava de olhos fechados, tentei seguir os movimentos apenas pelo o que ela estava falando, permaneci de olhos fechados. Todo mundo estava em uma posição, só eu que não. Abri os olhos, vi que já era para ter abertos os olhos e executar os movimentos passados. Nesse momento me deu uma vergonha alheia e queria sair fugindo dali. Mas depois que me situei, consegui me ajustar no fluxo. Outra coisa que me incomodou é que todo mundo tinha levado canga ou tapetinho de Yoga, só eu que levei uma toalha para colocar no gramado.

Teve alguns movimentos bem interessantes, pois olhei para certos ângulos que nunca tinha olhado antes. O objetivo era aliviar a tensão, mas me senti muito mais tenso, pelo fato de ter levado uma toalha e também por ter feito várias posições erradas. Tentei retirar estes pensamentos da minha mente, focar no vazio, na respiração e me concentrar no que a professora esta falando. Ela poderia ter me dado um toque, para eu abrir os olhos ou ter falado que era para abrir os olhos pois íamos ter que observar o que era para fazer. 

aula Yoga Ramon Cristian - Como foi praticar Yoga pela primeira vez

Acredito que foi deixar o Yoga para outro momento. Decidi fazer academia, caminhada e corridas para retirar o corpo da inércia, em outro momento faço alguma coisa coletiva, não estou preparado para isso nesse momento. 

 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.