Skip to main content

Algumas vezes as respostas e as vitórias estão no silêncio

Avalie este post

Estou me sentindo mal ultimamente. Vejo que minha busca em socializar e conversar não está sendo o melhor que posso fazer. Enchi minha minha mente de muita coisa desnecessária e agora chegou o momento de esvaziar. 

Segui um projeto que foi me passado, mas não achei que a estratégia adotada nessa atividade foi a melhor opção. Mas mesmo assim, acatei a ordem e a executei. Acendeu algo dentro de mim e vi que devo buscar uma mudança e confiar mais na intuição. 

Sou uma pessoa mais introvertida e me sinto melhor assim, parei de buscar ser algo que não sou. Posso ser feliz do meu jeito. Ter poucos amigos, gostar de falar menos que a média e ser mais reservado não é sinônimo de fracasso. 

Aprendi que, se eu tentar forçar uma conversa, vou falar de assuntos que não devia, criar barreiras e dificultar as coisas. É melhor ser mais espontâneo e deixar o fluxo correr naturalmente.

Me encontro no silêncio e é no silêncio que vou alcançado as minhas vitórias. Tudo o que preciso é de um bom livro para estudar e um espaço para meditar. 

Com o tempo quero aprender a fortalecer a minha vida por meio das palavras. Palavras são instrumentos muito poderosos, o correto é usá-las com sabedoria. 

Às vezes queremos uma resposta de algo, mas tudo está tão bagunçado que é difícil achar a resposta que já está ali. Uma limpeza mental ajuda a encontrar mais facilmente aquilo que precisamos. 

Minha busca por uma vida mais saudável e meus questionamentos sobre algumas questões estão me ajudando a chegar em algum lugar. Quando não estamos nos sentindo bem, é sinal que algo precisa mudar. O natural é nos sentirmos felizes e realizados. 

Vou tentar ser mais leve, vou focar mais nos meus sentimentos. O sentir é mais forte do que as palavras. O sentir é o mais poderoso atraidor de energias para a construção da nossa realidade. 

Ramon Cristian

Estudo Ciências Econômicas na UFES. Sou apaixonado pela cultura asiática. Pretendo ensinar, mas sem deixar o espírito empreendedor de lado. Quero me especializar na área financeira ou desenvolvimento econômico. Sou fascinado por todos os temas que mostram a expressão humana, como arte, literatura, cultura e moda.